Arquivo da tag: apple

Desenvolvedor usa Klingon para combater pirataria de seu software

Klingon_payback001-780x375

Essa história despertou o interesse nerd e é natural que todo nerd se interesse.

Quando um Klingon diz bortaS bir jablu’DI’reH QaQqu’ nay,’ não é nada bom. Isso significa “Vingança é um prato melhor servido frio” e geralmente vem seguido de morte.

Edward Brawer, desenvolvedor do software uBar estava pensando em alguma maneira em lidar com quem pirateava seu software e a idéia dele foi a de trocar o idioma do Mac daqueles que pirateavam seu software.

“Eu sabia que lutar contra eles ativamente seria uma perda de tempo”, diz ele ao Cult of Mac. “Esses pessoas não tem nada melhor para fazer. Então criei um meio de guerra assimétrica que daria uma reposta melhor.”

uBar tem aproximadamente 30 mil usuários registrados. Os usuários novos podem utiliza-lo sem custo por 30 dias e após disso é solicitado uma taxa de 20 dolares. O desenvolvedor estima que por volta de mil usuários encontraram meios de ter o software sem pagar. Os Klingons são uma raça que está acostumada com pirataria na série StarTrek e chegaram a combater a Frota Estelar algumas vezes.

A estratégia do desenvolvedor foi simples. Permita que o software seja pirateado e quando ocorrer, ao invés de se criar um novo método de proteção, o software foi programado para traduzir as coisas do usuário para Klingon sempre que o software detectasse que o mecanismo de registro foi burlado.

Isso incomodou alguns usuários que enviaram e-mails para o desenvolvedor reclamando do ocorrido. Muitos deles enviavam com seus e-mails corporativos e para sua surpresa, muitos se identificavam.

A resposta da equipe de suporte do software foi:

“Como voce está utilizando uma cópia pirata do uBar, é essencial que voce aprenda Klingon. Essa é a vida que voce escolheu. Dujeychugh jags nIv yItuHQo’!”

O desenvolvedor esperou um ano antes de anunciar publicamente essa história em seu blog.

Fonte: CultOfMac

Apple abrindo mão de lucros para que mais pessoas tenham iPhones

image

A Apple continua sua expansão global, na Índia o mercado de smartphone cresce rápido, afinal 1.2 bilhões de habitantes significa muito mercado.

A empresa vendeu 500 mil unidades do iPhone 6 por lá,  algo impressionante. A Apple tomou uma decisão que seria um sonho para brasileiros, ela decidiu fazer algo difícil de acreditar, reduziu sua margem de lucro.

Para dobrar sua participação na Índia a Apple introduziu um novo método, reduzindo sua margem em 0.5 pontos, indo a 1%. Resumindo,  a Apple vai aceitar perder dinheiro agora para pensar no mercado que irá ganhar.

Enquanto a presença da Apple no mercado indiano ainda é pequena se comparado com Samsung, Micromax e Karbonn, ao menos a Apple parece estar dando passos na direção correta para mudar isso.

Fonte: CultofMac

Apps na loja da Apple lucram mais que Hollywood

appstore

Não é de hoje que Hollywood tenta sobreviver no mundo do entretenimento, mas agora a bola da vez em fazer dinheiro é a App Store. A Apple está ensinando a indústria de entretenimento como fazer dinheiro. Em 2014, os desenvolvedores de apps da Apple ganharam mais que Hollywood nos EUA. Hoje os aplicativos para smartphone e tablets são mais rentáveis do que música, programas de TV, compras e alugueis de filmes combinados.

A Apple pagou aproximadamente 25 bilhões de dólares para desenvolvedores, o que significa que a industria de aplicativos está melhor que Hollywood onde desenvolvedores de aplicativos conseguem ganhar mais do que algumas estrelas de Hollywood. O lucro médio para desenvolvedores é maior do que o lucro médio dos atores, ou seja, se quer ganhar dinheiro por lá, esqueça ser o novo Brad Pitt, seja o próximo Nerd!

E não acaba por ai, a App Store não apenas faz mais dinheiro mas emprega mais gente que Hollywood, 627.000 pessoas com a loja da Apple e 374.000 com Hollywood. O mais impressionante é que a industria de aplicativos para smartphones não para de crescer e cresce rápido. A Apple anunciou que seus consumidores gastaram 500 milhões de dólares em aplicativos na primeira semana de Janeiro. Os pagamentos cresceram 50% em 2014.

Pois é. A indústria dos filmes é coisa do passado, agoniza lentamente, caminhando para um destino onde será um conteúdo qualquer dentro de seu smartphone, Smart TV, Tablet…

Fonte: Asymco

Ford espera que os novos sistemas dos automoveis sejam iguais aos do seu smartphone

Fonte: http://bit.ly/1uNsGYW

Por anos, empresas automobilísticas e empresas de telefonia celular dos EUA criaram interfaces confusas, combinando o que há de pior em ambos. Agora a Ford está testando seu mais novo sistema de entretenimento chamado SYNC 3. O novo sistema terá tela capacitiva que por incrível que parece ainda não é usado na maior parte dos sistemas multimídia dos veículos, melhor integração com smartphones e eventualmente suportar tanto Android quanto Apple de maneira transparente.

O Ford SYNC foi lançado inicialmente em 2007 como um sistema integrado e avançado para controle de funções internas do carro e fazer ligações.

Podemos esperar duas boas adições de recursos por conta disso:
As novas telas capacitivas permitirão o multitouch, algo inexistente hoje em sistemas multimídia automotivos.
A integração permitirá melhor uso do Siri da Apple e do Google Now via bluetooth

O novo Ford Sync será lançado em um pequeno número de veículos em 2015 e no Brasil não tão cedo. Em 2016 provavelmente estará bem disseminado nos EUA.

iPhone 6 e 6 Plus estão tornando iPads obsoletos

O Aplicativo leitor de notícias Pocket (que uso muito e recomendo) divulgou dados sobre a maneira que seus usuários acessam seus serviços. E agora parece claro que os celulares com telas maiores estão mudando os habitos dos usuários de tablet e smartphones.

O Pocket limita a sua pesquisa em 2 milhões de postagens que foram abertas após o lançamento do iPhone 6 e 6 Plus e o time comparou o número de acessos entre eram feitos a partir de usuários que possuem iPhones e iPads

A imagem abaixo deixa bem claro a diferença:
PKTBlog_iPhone6_v2

Quanto maior a tela, menor o uso de um tablet por parte da pessoa. Antes da Apple lançar os novos iPhones, já era previsto que telas maiores nos iPhones canibalizariam as vendas dos iPads. Outra constatação, quanto maior a tela, maior a quantidade de vídeos que se assiste.

Essa pesquisa deixa claro a tendência dos próximos anos, onde as pessoas terão celulares com telas com mais de 5 polegadas para o dia e deixarão seus tablets em casa para as outras coisas. Ainda me lembro quando a Samsung decidiu lançar celulares com tela grande e que na época todos duvidaram da necessidade. Isso comprova que a Samsung acertou em cheio.