Arquivo da tag: snapchat

Twitter adiciona suporte a grupos e videos

Twitter_logo_blue

Hoje o Twitter anunciou a adição do suporte a conversas em grupos de até 20 pessoas via DM (Mensagens Diretas). Esse recurso deve vir para competir diretamente com WhatsApp e suas variações. Para quem faz uso frequente do Twitter parece uma ótima ideia porém não acredito que isso trará algum incentivo para alguém passar a utilizar o Twitter.

A função de conversa em grupo permite que você inicie conversas com qualquer pessoa que seja seu seguidor. Os membros do grupo não necessitarão seguir uns aos outros para participar da conversa. Sempre que for criado um grupo, você receberá uma notificação demonstrando claramente que foi criado um recurso concorrente ao WhatsApp.

Vídeos

video_blog_image

Com a atualização será possível capturar, editar e compartilhar vídeos diretamente do aplicativo. O recurso de câmera foi criado para ser simples de usar e permitir conversas em vídeo (concorrendo com snapchat?) e também compartilhamentos. Os vídeos aparecerão com um pequeno thumbnail bastando que clique neles para que seja executado.

Twitter Blog

Anúncios no Snapchat em breve

snapchat-still

Fonte: Adweek

Foi reportado que o Snapchat abriu espaço para que anunciantes possam divulgar seus produtos na rede Snapchat. O valor inicial foi bem criticado pelo mercado, 750 mil dólares por dia de anúncio no estilo “my story” (aqueles que aparecem em seu perfil nos mesmos moldes da conta do snapchat).

Alguns alegam que o formato único de propaganda do snapchat tornam o modelo de negócio uma interessante oportunidade. Outros dizem que 750 mil dólares é dinheiro demais para ser gasto em um experimento de propaganda que tem validade de resultados limitadas, sem público alvo definido e nenhuma habilidade em demonstrar que haverá retorno nesse anúncio, principalmente se comparado a outras redes sociais e seus retornos já conhecidos (por ex: Facebook).

Apesar do Snapchat ser moda hoje e uma rede nova e promissora, o conteúdo anunciado ficaria disponível na lista do usuário mas sem obriga-lo a clicar o que pode tanto ser bom e ruim. E se o usuário nunca clicar no anúncio que não o interessa? Muitas perguntas e poucas respostas. O interessante é que a rede tem uma valiosa base de usuários e nenhum método claro para gerar lucro.